27 de Setembro de 2013

 

Para além das várias espécies de atum existentes na nossa costa, existe segundo os pescadores, um indicador muito mais fiável. Os atuns vivem em cardumes e fazem grandes migrações para desovar. Antes da reprodução estão mais gordos e a sua carne é muito mais saborosa – esses são os “atuns de direito”. Após a desova, no final do verão, os peixes estão mais magros e por isso lhes chamam os “atuns de revés”.

 

Ingredientes

250 gramas de bifes de atum

500 gramas de amêijoas machas

2 cebolas

3 tomates maduros

1 pimento verde

2 dentes de alho

1 ramo de coentros

1 folha de louro

100 gramas de azeite

½ copo de vinho branco

½ colher de café de colorau picante

Sal e piripiri

Preparação

Prepare em metade do azeite um refogado com a cebola em rodelas, os dentes de alho esmagados, o tomate pelado e picado e o pimento em tirinhas. Tempere com sal. Deixe arrefecer. Espalhe as amêijoas no fundo de uma cataplana. Por cima, distribua metade dos legumes refogados. Coloque os bifes de atum temperados de sal, a folha de louro, o piripiri, os coentros e polvilhe com o colorau. Cubra com os restantes legumes e regue tudo com 50 gramas de azeite e o vinho branco. Feche a cataplana e leve a cozinhar em lume médio durante 20 minutos. De vez em quando agite a cataplana.

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

25 de Setembro de 2013

Já que Setembro é mês de vindimas iniciamos esta nova secção de Indíces Temáticos com os vinhos publicados no blog.

 

Para encontrar qualquer post basta introduzir uma palavra chave no motor de pesquisa do blog. Pode também procurar pela data de publicação.

 

  

 

Espumantes

Parxet Brut Nature Reserve (27.Set.2012)

 

Brancos

Herdade dos Grous Reserva 2010 (7.Mai.2012)

Sauvignon Blanc Casa Santos Lima 2010 (7.Jun.2012)

Conde do Vimioso Colheita Seleccionada 2010 (29.Jun.2012)

Júlia Kemper Dão 2011 (8.Nov.2012)

Nieport Tiara 2011 (22.Jan.2013)

Vila dos Gamas 2010 (9.Mar.2013)

Monte da Peceguina 2012 (26.Ago.2013)

 

Tintos

Montoito 2010 (14.Mai.2012)

Poliphonia Signature 2008 (17.Mai.2012)

Adega de Borba Premium 2009 (23.Mai.2012)

Pontual Touriga Nacional e Trincadeira 2006 (20.Jun.2012)

Carmin Cabernet Sauvignon 2007 (23.Jul.2012)

Guarda Rios 2008 (9.Set.2012)

Herdade do Portocarro 2008 (27.Set.2012)

Carm Reserva 2008 (12.Out.2012)

Damasceno 2010 (30.Out.2012)

Quinta dos Quatro Ventos Reserva 2007 (17.Dez.2012)

Félix Rocha Colheita 2009 (21.Fev.2013)

Couteiro-Mor Colheita 2010 (2.Abr.2013)

Risco 2008 (9.Mai.2013)

Cedro do Noval 2008 (29.Mai.2013)

Quanta Terra Grande Reserva 2009 (2.Jul.2013)

 

 

 

 

 

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

23 de Setembro de 2013

 

   Agora que a época da sardinha assada está a terminar

                 que tal um paté fresquinho deste peixinho?

 

Ingredientes

6 sardinhas assadas

50 gramas de margarina

50 gramas de cebola pulverizada

70 gramas de polpa de tomate

2 colheres de sopa de vinho branco

1 colher de sopa de salsa picada

1 colher de café de açúcar amarelo

1 folha de louro

1 piripiri

sal

 

 

Preparação

Derreta a margarina num tacho e refogue a cebola que pulverizou num robot.  Limpe muito bem as sardinhas assadas que deixou arrefecer completamente e reserve. Quando a cebola começar a alourar tempere com sal e o piripiri em rodelinhas. Junte a polpa de tomate e a folha de louro. Borrife com o vinho branco, tape e deixe cozinhar em lume brando por 10 minutos. Adicione o açúcar, a salsa picada e as sardinhas.

Reduza a puré no robot de cozinha.

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

21 de Setembro de 2013

 

  Claro que tinham de ser tintos estes néctares do Douro

                um terroir nacional inigualável. São colheitas de 2007 que

                possuímos na garrafeira e pretendemos “abater” neste Inverno.

 

 

 

POEIRA  – Um Douro muito frutado com taninos dos barris, frescos e de final longo.

 

PINTAS  – Muito diferente do que se faz na região com bom corpo, muita fruta e algum creme.

 

BATUTA – Talvez o meu preferido, da Niepoort. Penso ser um dos vinhos mais complexos com taninos fortes, muita frescura e de elevado equilíbrio.

 

QUANTA TERRA – Já aqui referido no blog é sem dúvida um Douro com excelente relação qualidade/preço. Muito espesso na boca com boas notas de frutos vermelhos e um final fantástico.

 

QUINTA DOS QUATRO VENTOS – Bebida ontem uma garrafa ainda resta hoje na memória a grande quantidade de fruta madura de excelente qualidade e aroma.

 

CARM – Fica para o fim pois apesar de ser o mais barato é sem dúvida um grande vinho do Douro.

A família Reboredo Madeira tem neste Reserva 2007 um vinho especial com muitas notas de frutos vermelhos, chocolate e menta.

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

19 de Setembro de 2013

 Boa para jantar na companhia de uma salada mista.

 

Ingredientes

1 base fresca de massa quebrada

600 gramas de bacalhau demolhado

2 cebolas

5 ovos

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de azeitonas pretas

75ml de leite

Sal e pimenta

 

Preparação

Pique o fundo da base de massa quebrada com um garfo, forre com ela uma forma de fundo móvel e cubra-a com folha de alumínio e, por cima, coloque feijões secos para fazer peso. Leve a forno médio (200 graus C) durante 10 minutos e retire logo a folha de alumínio com os feijões. Reserve fora do forno,

Coza o bacalhau e dois ovos em bastante água, escorra-o e faça-o em lascas. Corte a cebola em rodelas finas, refogue-a no azeite até ficar dourada e junte o bacalhau, deixando-o cozinhar um pouco mais. Rectifique o sal. Retire os caroços às azeitonas e corte-as em rodelas. Corte também os ovos cozidos em rodelas. Espalhe o refogado sobre o fundo da quiche, assim como as azeitonas e os ovos. Bata os restantes ovos, adicione o leite, sal e pimenta e deite por cima da quiche. Leve de imediato a cozer em forno quente (240 graus C) durante cerca de 25 minutos.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

15 de Setembro de 2013

 

 Agora com as forminhas de silicone, muito mais práticas de lavar

               do que as velhinhas e amolgadas forminhas em alumínio,

               aqui fica outra receita da avó.

 

 

Ingredientes:

1 litro de leite gordo

800 gramas de açúcar

6 ovos

125 gramas de margarina

200 gramas de farinha

 

Preparação:

Aquece-se o forno a 220 graus C. Mistura-se o açúcar com os ovos e a margarina previamente derretida. Bate-se o preparado durante cerca de 10 minutos. Depois junta-se a farinha e volta-se a bater até obtermos uma massa homogénea. Finalmente adiciona-se o leite, pouco a pouco, não parando de mexer. Deite-se a massa em forminhas untadas com margarina e leva-se ao forno durante cerca de 45 minutos.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

13 de Setembro de 2013

 

Trata-se de uma receita bem conhecida dos portugueses que viveram em Moçambique nos anos 70. Era uma das especialidades da então Cervejaria Laurentina, o restaurante da fábrica de cerveja.

 

Ingredientes:

1Kg de camarão

70 gramas de margarina

70 gramas de azeite

8 dentes de alho

250ml de cerveja

Sumo de 2 limões

Piripiri fresco

5 hastes de salsa

Sal

 

Preparação:

Abrem-se os camarões com um golpe pelo lombo e retira-se o veio intestinal. Depois de limpos deixam-se no sumo de limão, temperados com sal durante uns 10 minutos. Num tabuleiro de ir ao forno regam-se os camarões com o azeite, junta-se a margarina, o alho picado, o piripiri, a salsa picada e a cerveja. Assam-se durante 15 a 20 minutos a 180 graus tendo alguma atenção na quantidade de molho. Caso necessário pode adicionar-se um pouco mais de cerveja.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

11 de Setembro de 2013

 Na Tunísia apesar do borrego ser a carne mais consumida ela não chega

               a todas as mesas…   Estes couscous são óptimos para acompanhar o cordeiro

               assado no forno ou mesmo um entrecosto frito.

  

Ingredientes:

1 beringela

1 courgette

1 pimento amarelo

½  pimento vermelho

2 cenouras

2 cebolas

150 gramas de cogumelos

80 gramas de margarina

7,5 dl de caldo de legumes (ver receita 2012-05-19)

300 gramas de couscous

Sal e pimenta

  

Preparação:

Salpique com sal todos os legumes lavados e cortados em cubos com excepção das cenouras que deverão ser cortadas de forma igual mas reservadas para o início do cozinhado. Derreta a margarina numa sertã e adicione as cebolas muito bem picadas. Deixe alourar e introduza os cubos das cenouras para saltear um pouco. Junte os restantes legumes, tape e deixe estufar até estarem macios, mexendo de vez em quando. Se necessário vá adicionando umas colheres de sopa do caldo de legumes. Aqueça 6,5 dl de caldo de legumes até começar a ferver. Coloque os couscous numa tajine ou num recipiente fundo e vá adicionando o caldo pouco a pouco, à medida que vai mexendo com um garfo. Tape com a tampa da tajine ou no caso de outro recipiente com folha de alumínio e deixe repousar. Quando os legumes estiverem prontos espalhe-os sobre os couscous.

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

09 de Setembro de 2013

 

Este meu amigo é talvez o mais antigo companheiro nas lides da cozinha.

Existem uma série de "instrumentos manuais" que utilizo na cozinha mas nenhum se torna tão imprescindível como o meu velhinho alicate de retirar os caroços às azeitonas. O fabricante apresenta-o como um esmagador de alhos que também tira os caroços a azeitonas e cerejas! Que grande desconsideração pois na realidade este bom amigo deveria ser apresentado como um descaroçador de azeitonas que até esmaga alhos! Ora vejamos: as tarefas do antigo passe-vite ou do copo picador de cebolas foram substituídas por um robot, a lâmina de pelar as batatas ou cenouras e a base de fatiar ovos cozidos podem bem, a qualquer momento, sofrer um revês e serem substituídas por uma faca. Os alhos esmagam-se de qualquer maneira agora retirar caroços às azeitonas e deixa-las inteiras como fazer sem esta magnífica peça?

 

Grande abraço meu amigo.

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

07 de Setembro de 2013

 De Setembro em diante as panelas entram em acção !

               Boa receita para provarmos um tinto.

 

 

Ingredientes:

2 peitos de frango

1 cebola grande

150 gramas de polpa de tomate

100 gramas de cogumelos frescos

12 azeitonas verdes sem caroço

30 gramas de azeite

2 dentes de alho

Sal e pimenta preta

 

Preparação:

Corte longitudinalmente os peitos de frango em dois bifes. No azeite quente introduza as peças de frango e deixe-as alourar de ambos os lados.  Corte a cebola em rodelas finas, os cogumelos em quartos e junte-os ao frango temperando tudo com sal e pimenta. Tape o tacho e deixe cozinhar em lume moderado até ter a cebola translúcida. Adicione a polpa de tomate e um pouco de água quente. Deixe cozinhar tapado em lume brando por uns 15 a 20 minutos. Salpique com as azeitonas cortadas em rodelas.

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

05 de Setembro de 2013

 Nos meus tempos de infância a minha avó paterna fritava os sonhos na tarde da consoada. Aprendi a receita por volta dos quinze anos e houve uma altura em que os fazia por dá cá aquela palha...

 

Ingredientes:

7 ovos

250 gramas de farinha

250 gramas de água

100 gramas de margarina

sal

 

Preparação:

Quando a água ferver mistura-se a farinha, o sal e depois a margarina.

Deixa-se arrefecer e amassando juntando os ovos um a uma até que fique fofa.

Fritam-se os sonhos em lume médio e, no final, polvilham-se com açúcar e canela.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

03 de Setembro de 2013

Há muito que para os lados de Carnide, em Lisboa, se come bem.  Tenho saudades dos almoços de trabalho no Miudinho, por exemplo.

Depois destas férias de verão no Alentejo ficou o sabor da cozinha tradicional. No Galito em Carnide claro, come-se muito bem e respiram-se todos os ares da verdadeira cozinha alentejana.

Provámos a saladinha de favas, os pezinhos de porco de coentrada e as migas. Migas à Alentejana com entrecosto de porco muito bem frito.

 

 

 

 

O Galito

Rua da Fonte, 18D – Carnide

1600-459 Lisboa

Telf. 217 111 0878

Encerra aos domingos

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

01 de Setembro de 2013

Trata-se de uma receita que, segundo  a minha sogra,

              “é boa, as crianças gostam e dá pouco trabalho a fazer!”

 

Ingredientes:

6 salsichas alemãs de frasco

3 cenouras

4 dentes de alho

200 gramas de esparguete

40 gramas de azeite

1 piripiri fresco

1 folha de louro

350 gramas de água a ferver

Sal

 

Preparação:

Numa panela refogue a cebola em rodelas e os alhos esmagados no azeite durante uns 3 minutos. Acrescente o esparguete partido em três partes, a folha de louro e o piripiri em rodelas finas e cozinhe em lume brando por mais uns 5 minutos. Junte  a água a ferver, tempere com o sal e deixe cozinhar até a massa estar praticamente cozida. Junte as salsichas em  rodelas e baixe o lume por forma a servir este esparguete “que não dá trabalho” apurado e sem qualquer molho.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

pesquisar
 
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

16
17
18
20

22
24
26
28

29
30


arquivos
2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO