30 de Outubro de 2012

 Boa Relação Qualidade-Preço para um vinho com qualidades

               gastronómicas da península de Setúbal.

 

 

 

Enólogo: Nuno Cancela de Abreu

Produtor: Domingos Damasceno de Carvalho

 

Castas:  Cabernet Sauvignon e Syrah

Notas de Prova: No aroma jovem e frutado, destacam-se as notas de fruta madura, como a framboesa e amora, combinada com aromas subtis da madeira de carvalho Francês onde estagia parcialmente durante 6 meses.

Acompanhamento: Cozinha tradicional portuguesa

Temperatura de Consumo: entre 15 e 16 graus

 

 

 

 

Preço: Entre 7,5 e 10,00€

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

28 de Outubro de 2012

Almoço de domingo para viver o outono...

 

Ingredientes:    

200grs de grão seco

600grs de carne de borrego

100grs de toucinho

1 chouriço de carne

1 farinheira

3 batatas doces

500grs de feijão verde

200grs de abóbora menina

200grs de pão alentejano

3 hastes de hortelã

sal 

  

Preparação: 

Ponha o grão de molho em água de um dia para o outro. Escorra-o depois de demolhado. Coloque-o na panela de pressão e cubra de água. Tempere com sal e deixe cozer depois de levantar pressão durante 30 minutos.

Corte o borrego e o toucinho em bocados. Coloque-os numa panela, juntamente com o chouriço e a farinheira previamente picada com um palito. Cubra com água.

Tempere  com uma pitada de sal e coza sobre lume moderado até o borrego estar tenro. Escorra as carnes e os enchidos e reserve.

Entretanto, descasque e corte as batatas em bocados. Lave o feijão verde e tire-lhe o fio. Descasque a abóbora e corte-a em bocados. Introduza os legumes e o grão escorrido no caldo em que cozeu as carnes e leve de novo ao lume até estarem cozidos. Se for necessário, junte um pouco de água da cozedura do grão.

Corte o pão em fatias finas e depois em quadrados. Coloque-os numa caçarola  de ir à mesa. Por cima, disponha algumas folhas de hortelã.

Coloque os legumes cozidos e escorridos no meio da travessa de serviço. À volta, disponha as carnes e os enchidos cortados em rodelas. Deite o caldo sobre o pão e sirva a acompanhar.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

26 de Outubro de 2012

 

  Açorda de paladar delicado para acompanhar um prato de peixe.

 

 

Ingredientes:

1 sapateira cozida (ver receita 2012.05.29)

100 gramas de pão caseiro partido de pedaços grandes

100 gramas de broa de milho partida em pedaços grandes

200 gramas do caldo onde cozeu a sapateira

4 dentes de alho  

50 gramas de azeite

1 gema de ovo

1 colher de sopa de brandy

3 colheres de sopa de coentros picados

Sal

 

Preparação:

Coloque no copo o alho e o azeite  e pique 8 segundos na velocidade 5. De seguida refogue 3 minutos a 100 graus C na velocidade1. Adicione a carne e as ovas de uma sapateira, um trago de brandy e programe 3 minutos a 120 graus C na velocidade 1. Adicione o pão, a broa, 200 gramas do caldo coado onde cozeu a sapateira e seleccione 5 minutos a 120 graus C na velocidade 3.

Rectifique os temperos e programe mais 3 minutos a 80 graus C na velocidade 3 e pelo bucal junte a gema de ovo e os coentros picados.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

24 de Outubro de 2012

Está publicada a edição para 2013 do Guia de Vinhos da Deco - Proteste.

Trata-se da 10ª edição deste guia com uma parte inteiramente dedicada aos resultados das análises e das provas de degustação de 260 vinhos brancos e tintos de todo o país. Ainda nesta edição um Dossier Especial sobre os Tintos do Douro.

 

 

 

Segundo a proteste os melhores e os piores vinhos dos testes são:

 

Tintos do Douro

Melhor do Teste: Quinta do Infantado 2009, 91 pontos,

preço entre 8,00 e 9,89€

2º Lugar:  Bafarela Reserva 2010, 83 pontos, preço entre 3,99 e 6,78€

Pior do Teste:  Cabeça de Burro Reserva 2008, 53 pontos, preço entre 6,61 e 11,95€

 

Vinhos Brancos

Melhor do Teste: Anselmo Mendes Contacto Alvarinho 2010, 93 pontos,                     preço entre 8,08 e 11,99€

2º Lugar:  Fontanário de Pegões 2011, 88 pontos, preço entre 1,65 e 2,98€

Pior do Teste:  Cooperativa Agrícola de Felgueiras Meio Seco, 36 pontos, preço entre 1,49 e 2,39€

 

Vinhos Tintos

Melhor do Teste: Tapada de Coelheiros 2008, 95 pontos, preço entre 13,16 e 19,75€

2º Lugar: Montes Claros Reserva 2010, 93 pontos, preço entre 3,48 e 6,79€

Pior do Teste:  Príncipe do Dão 2009, 41 pontos, preço entre 4,29 e 5,69€

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

22 de Outubro de 2012

 Apesar do paladar forte sabe-nos bem esta sopinha

               ao jantar nestas noites cada vez mais frias.

 

 

Ingredientes:

1 kg de tamboril

300 gramas de gamba 20/30

300 gramas de amêijoa boa

300 gramas de cebola

100 gramas de azeite

75 gramas de massinhas pequenas

75 gramas de pimento verde

3 tomates grandes

6 dentes de alho

2 folhas de louro

2 cravinhos da índia

1 copo de vinho branco

1 molho de coentros

1 piripiri

sal

 

Preparação:

Corte o tamboril em pedaços grandes e leve-o a cozer em água abundante temperada de sal com uma folha de louro e os cravinhos da índia durante uns 6 minutos. Reserve a água da cozedura do peixe.

Numa panela limpa refogue a cebola picada com o azeite, os alhos, a folha de louro e o piripiri desfeito em rodelas. Quando a cebola estiver alourada junte o tomate pelado e sem sementes, reduza o lume e deixe apurar durante uns 10 minutos. Adicione o vinho branco e reduza tudo a puré com a ajuda de uma varinha mágica. Volte a colocar em lume médio, introduza o pimento em quadradinhos pequeninos e metade dos coentros lavados e picados. Descasque as gambas, retire-lhes o veio intestinal mas mantenha as cabeças. Lave e limpe as amêijoas. Desmanche o tamboril entretanto cozido por forma a não existirem espinhas na sopa.

Introduza as massinhas e vá adicionando pouco a pouco a água da cozedura do peixe. A meio do tempo da cozedura da massa adicione as gambas e as amêijoas e continue se necessário, a juntar a água reservada até obter a textura da sopa desejada. Quando as massinhas estiverem cozidas rectifique o sal e introduza finalmente o tamboril e os restantes  coentros picados. Antes de servir retire as cabeças aos camarões.

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

20 de Outubro de 2012

 

 

 

Tirou-se o vinho do lagar e comeram-se os buchos recheados de carne do mesmo porco temperada de massa de alho e pimentão. Estes buchos da beira alta são cozidos e comem-se com batata cozida e nabos, uma espécie de esparregado cozinhado com folhas tenras de nabiças.

 

Preparação do bucho:

Espete com um palito repetidamente a pele do bucho por forma a que durante a cozedura ele não rebente. Embrulhe-o num pano de algodão cru (existem à venda no IKEA a menos de 50 cêntimos), dê dois nós e leve-o a cozer na panela de pressão tapado com água durante uns 40 minutos.

Ao servir coloque-o numa travessa e abra-o com uma faca com dois golpes por forma a ficar em quartos.

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

18 de Outubro de 2012

 

Em Badajoz ou em Cáceres a Minestra de Borrego pode ser prato do dia em qualquer Bodegón.

Faz-se com os legumes recolhidos do campo e a aba do borrego que não se vende de outra maneira.

Em casa a nossa minestra leva costoletas em vez de aba e dispensamos a alcachofra tão apreciada pelos vizinhos espanhóis.

  

Ingredientes:

800 gramas de costeletas de borrego

800 gramas de caldo de legumes

800 gramas de feijão verde

600 gramas de ervilhas

300 gramas de cenouras

100 gramas de presunto

50 gramas de azeite

1 copo de vinho branco

1 cebola grande

2 tomates maduros

4 dentes de alho

1 folha de louro

sal e pimenta

 

Preparação:

Peça no talho que lhe cortem as costeletas fininhas e em casa faça-as em bocadinhos de 2 centímetros. Pique a cebola, os alhos e o presunto e leve a fritar no azeite e na folha de louro durante uns 5 minutos. Junte o borrego já cortado e a cenoura e cozinhe até alourar a carne. Refresque com o vinho branco e reduza o lume. Entretanto lave e pele os tomates e faça-os em bocados. Lave e pele a cenoura e corte-a em rodelas. Arranje o feijão verde, retire-lhes os fios e corte-o em bocados com cerca de 4 centímetros de comprido.

Junte o tomate ao refogado e deixe cozinhar em lume brando por uns 10 minutos. Tempere a gosto com sal e pimenta. Adicione o feijão verde e o caldo de legumes, tape e cozinhe por uns 40 minutos em lume reduzido. Finalmente junte as ervilhas e cozinhe até estarem macias.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

16 de Outubro de 2012

 De França nem bons ventos...

 

São licores concentrados para beber com refrigerante, cerveja, águas.

Quem não se lembra dos primeiros anúncios na televisão nos anos oitenta do Pernod Ricard ? 

 

"Uma parte de Ricard, quatro partes de água, alguns cubos de gelo"

 

Para mim "Imbebíveis", horríveis, sem qualquer piada

ou ponta por onde se lhe pegue.

 

 

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

14 de Outubro de 2012

 

  Almoço tradicional junto à Sé Catedral da Guarda.

 

 

Ingredientes:

2 kgs de ossos de assuã (coluna vertebral)

1 farinheira

1 chouriço de carne

1 morcela

2 couves portuguesas

4 batatas

 

 

Preparação:

Arranjam-se as couves e as batatas e cozem-se em água temperada de sal. Numa panela de pressão cozem-se os ossos temperados com bastante sal grosso durante uns 30 minutos.Após libertar a pressão juntam-se os enchidos, as couves e as batatas e leva-se a lume médio por mais uns vinte minutos.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

12 de Outubro de 2012

A sigla CARM (Casa Agrícola Roboredo Madeira) não nos parece suficientemente conhecida e, por vezes, entre os menos atentos confunde-se com outros produtores nacionais.

Situada nas proximidades de Almendra, histórica vila do concelho de Vila Nova de Foz Côa,  a CARM representa de forma inequívoca a exuberância dos vinhos do Douro Superior.

 

Enólogo: António Ribeiro

Produtor: Família Roboredo Madeira

 

 

Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional

Notas de Prova: No nariz, muito fresco e intenso com notas de frutos pretos silvestres e cerejas pretas em equilíbrio com sedutoras nuances de “Liquorice”, sendo o aroma complexado pelas notas da madeira. Na boca é muito concentrado, quente, com taninos firmes e textura suave, final muito intenso e persistente a mostrar com força a pujança dos vinhos do Douro Superior.

Acompanhamento: Queijos e carnes vermelhas.

Temperatura de Consumo: 15 - 16 graus C.

 

 

 

Preço: 11 euros

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

10 de Outubro de 2012

 

 Serve para acompanhar caril, xacuti ou mesmo uma carne grelhada.

 

Ingredientes:

300 gramas de arroz

700 gramas de água a ferver

3 colheres de sopa de óleo de amendoim

2 paus de canela

3 cravinhos da índia

1 colher de sobremesa de açafrão das índias

sal

  

Preparação:

Lave o arroz em água corrente de forma a retirar-lhe toda a goma e escorra-o muito bem numa rede. Numa frigideira anti-aderente frite o arroz no óleo de amendoim até ficar completamente translúcido e tendo o cuidado de não o deixar queimar.  Quando todos os grãos de arroz estiverem translúcidos adicione metade da água a ferver, os paus de canela, os cravinhos e o açafrão. Tempere de sal.

Durante a cozedura do arroz é necessário mexer sempre o cozinhado e ir adicionando a restante água até obtermos um arroz solto, amarelo e ligeiramente perfumado.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

08 de Outubro de 2012

 

 Gosto muito delas desde que sejam "rochas" e de calibre generoso.

 

Ingredientes:

7 dl de vinho tinto de boa qualidade

150 gramas de açúcar amarelo

4 pêras rocha grandes

1 cálice de vinho do porto ou moscatel

1 cravinho

1 pau de canela

1 casca de limão

1 vagem de baunilha

 

 

 

 

  

Preparação:

Deite o vinho numa panela onde caibam as pêras. Junte o cravinho, o pau de canela, a casca de limão e o açúcar amarelo e leve ao lume. Descasque as pêras mantendo-lhe os pedúnculos e quando o açúcar estiver completamente dissolvido no vinho introduza cuidadosamente as pêras. Tape e deixe cozer sobre lume muito brando por uns 45 minutos, virando as pêras de vez em quando. Retire-as cuidadosamente para a travessa de ir à mesa, junte o vinho generoso a vagem de baunilha à calda onde cozeu a fruta e leve a ferver em lume forte até obter uma redução com a consistência de um xarope.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

06 de Outubro de 2012

 

 Uma verdadeira iniciação ao Sushi este prato

                de peixe à maneira de "nuestros hermanos"

 

Ingredientes:

300 gramas de filetes de garoupa

1/2 pimento laranja

1/2 pimento verde

2 tomates maduros

1 lima

2 limões

1 colher de sopa de gengibre fresco

1/2 molho de coentros

sal e pimenta rosa

 

Preparação:

Corte os filetes de garoupa em fatias muito finas, verificando que estão limpos de peles e espinhas. Disponha o peixe no prato de servir. Pique os pimentos e os tomates e disponha por cima do peixe, regue com o sumo da lima e dos limões, salpique com o gengibre acabado de ralar e tempere com sal e pimenta. Cubra com película aderente e leve ao frigorífico com 12 horas de antecedência. No momento de servir salpique com coentros muito finos e se gostar, pulverize com um pouco de azeite virgem.

 

 

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

04 de Outubro de 2012

São Espetadas em pau de Loureiro, picanha fatiada com alho ou pianos de entrecosto? Tudo serve para acompanhar o milho frito como se faz na Madeira.

 

Ingredientes:

500 gramas de farinha de milho

200 gramas de caldo verde

2,5 dl de água

2 colheres de sopa de banha

sal

 

 

 

Preparação:

Desfaz-se a farinha de milho num pouco de água. Leva-se a restante água ao lume com a banha e sal. Assim que a água ferver, junta-se o anterior preparado de milho e logo que retomar fervura acrescenta-se o caldo verde lavado e escorrido. Continua-se a cozinhar, mexendo sempre, até se obter uma papa espessa que será depositada num tabuleiro por forma a obtermos uma "massa" com cerca de 3 centímetros de altura. Guarda-se no frigorífico por umas 4 horas.

Depois de fria corta-se em cubos e frita-se em óleo bem quente até dourar.

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

02 de Outubro de 2012

 Ensaios para jantares a dois.

 

Ingredientes:

2 bifes da vazia com 175 gramas cada

3 novelos de tagliatelle

1 florete de brócolos

200 gramas de tomate cereja

75 gramas de queijo flamengo

2 dentes de alho

3 colheres de sopa de azeite

piripiri

sal

 

Preparação:

Leve uma caçarola com água temperada de sal a ferver. Mergulhe durante 3 minutos os raminhos dos brócolos todos separados na água em ebulição. Retire e reserve. Coza na mesma água a massa durante 10 minutos e reserve.

Grelhe os bifes temperados de sal numa chapa bem quente. Entretanto aqueça o azeite num wok em lume médio e frite o alho picado mexendo sempre durante 1 minuto. Adicione os tomates cereja cortados ao meio, tempere com sal e o piripiri cortado finamente e frite em lume brando durante uns 4 minutos. Junte os brócolos, a vazia fatiada em tiras e deixe cozinhar enquanto escorre a massa e corta o queijo flamengo as tirinhas finas. Deite a massa e o queijo no wok e mexa envolvendo todos os ingredientes.

Sirva em pratos fundos polvilhado, se gostar, com queijo parmesão.

 

 

Top blogs de receitas
publicado por cozinhagula às 06:30

pesquisar
 
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

15
17
19

21
23
25
27

29
31


arquivos
2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO